fbpx Vascular | Curso OsiriX
Back to Top

Vascular

Nutrição, imunidade e crianças pequenas

Vascular.pro - ter, 07/07/2020 - 19:17
Vamos direto ao assunto? O sistema imunológico consiste em proteínas, células, tecidos e órgãos que trabalham juntos para combater micro-organismos e patógenos causadores de doenças que podem entrar em nosso corpo. Enquanto somos crianças vivendo no ventre da nossa mãe, somos protegidos por sua imunidade. Essa imunidade é parcialmente repassada de mãe para filho em um processo chamado imunidade passiva, sendo transferida através da placenta e também através da exposição à microflora da mãe durante o parto e através do leite materno. Essa imunidade ajuda a proteger uma criança durante os primeiros meses de vida. No entanto, assim que um bebê nasce, seu sistema imunológico começa a mudar drasticamente em resposta à exposição de bactérias, vírus e ao ambiente do bebê. O sistema imunológico começa a amadurecer durante a infância e ele não se desenvolve totalmente até a primeira infância – ou por volta dos 7 a 8 anos de idade. À medida que as crianças se tornam mais expostas por meio da ampliação do ambiente e das interações sociais, aumentam as chances de resfriados e vírus. Para a maioria das crianças, essa exposição ajuda a construir o sistema imunológico. No entanto, crianças e adultos jovens ainda podem estar propensos a contrair uma infecção viral e levar mais tempo para se recuperarem completamente, uma vez que não possuem o mesmo nível de resposta imunológica eficiente em comparação aos adultos. Assim como os adultos, fatores como estresse, sono inadequado e nutrição adequada podem causar impacto no sistema imunológico de uma criança. Embora não exista uma solução única para aumentar a imunidade, há muitas opções saudáveis para ajudar as crianças a fortalecerem seu sistema imunológico. Aqui estão algumas sugestões para ajudar a fortalecer o sistema imunológico do seu filho durante todo o ano. Ácidos graxos ômega-3 A função imunológica é significativamente afetada pelo nosso status de ácidos graxos ômega-3. Os ácidos graxos ômega-3 são um tipo de gordura que o corpo não pode produzir por si só, por isso é importante colocá-los em nossa dieta para nos manter saudável. As fontes alimentares incluem frutos do mar, como salmão, nozes, sementes de chia ou linhaça. Probióticos Uma grande parte do nosso sistema imunológico está no nosso intestino. Portanto, apoie um microbioma saudável com alimentos que contenham probióticos como iogurte e kefir. Alimentos fermentados como chucrute e kimchi também são ótimas fontes de probióticos. Além disso, deve comer alimentos que contenham prebióticos (alimentos e compostos de fibras que apoiam o crescimento de bactérias saudáveis), como alho, cebola, cevada, maçã e aveia. Converse com seu médico antes de iniciar qualquer suplemento probiótico, pois pode haver considerações para aqueles que são imunocomprometidos ou têm certas condições de saúde. Vitamina D3 Existem receptores de vitamina D e enzimas ativadoras nas superfícies de todos os glóbulos brancos – as células que ajudam a combater a infecção. Estudos demonstraram que crianças com níveis adequados de vitamina D têm menor probabilidade de contrair a gripe. As fontes de vitamina D incluem peixes gordurosos, como salmão, arenque ou produtos lácteos fortificados. Vitamina C A vitamina C é um antioxidante que está muito envolvido em muitos modos de combater infecção, inclusive estimulando a produção de células que combatem pelo sistema imunológico, mantendo nossa inflamação alinhada e apoiando a integridade das membranas mucosas e da função pulmonar. As melhores fontes de vitamina C incluem frutas e vegetais como laranjas, pimentões, morangos e brócolis. Vitamina A A vitamina A é necessária para as funções celulares normais, incluindo as células do nosso sistema imunológico. Boas fontes de vitamina A incluem vegetais folhosos escuros, produtos lácteos fortificados e frutas e legumes amarelo-laranja. Vitamina E A vitamina E é um antioxidante importante que ajuda a proteger o corpo contra infecções, impedindo que as células sejam danificadas ou reparando as células danificadas. É comumente encontrado em óleos vegetais, nozes e sementes, frutos do mar e vegetais folhosos. Vitamina K A vitamina K ativa proteínas que removem células indesejáveis e geram células novas e saudáveis, que ajudam a manter nosso sistema imunológico equilibrado. As melhores fontes de vitamina K são vegetais de folhas verdes. Vitamina B As vitaminas B têm muitas funções, incluindo ajudar nosso corpo a utilizar energia e apoiar a produção de células em nosso sistema imunológico. Lavar as mãos A lavagem adequada das mãos é uma maneira fácil de ajudar a prevenir doenças e diminuir a probabilidade de espalhar doenças para outras pessoas. É importante usar água corrente, sabão e ensaboar todas as partes das mãos, unhas e dedos para se livrar dos germes. Conte 20 segundos ao ensaboar ou cante “parabéns para você” duas vezes! Dormir O sono é necessário para manter um sistema imunológico saudável. Certas proteínas que podem ajudar a combater infecções chamadas citocinas são liberadas durante o sono, portanto, menos sono pode significar menos citocinas. Além disso, produzimos menos anticorpos para combater infecções quando estamos privados de sono. As crianças podem precisar de 10 horas ou mais a cada noite para se manterem saudáveis. Alívio de estresse As crianças são propensas ao estresse, assim como os adultos. A escola pode ser estressante, bem como interromper seu horário normal ou aprender a lidar com situações sociais com seus colegas. Independentemente da idade, quando estamos estressados, nosso sistema imunológico produz menos glóbulos brancos que combatem os germes do que o normal, o que nos coloca em maior risco de estar doente. Você pode ajudar seu filho a aprender a lidar melhor com o estresse, permitindo-lhe um tempo dedicado todos os dias para relaxar, praticar exercícios ou praticar a atenção plena, bem como exercícios respiratórios simples, apenas para permitir que se concentre e se acalme. Exercício O exercício pode diminuir nossos níveis de hormônios do estresse e impulsionar os hormônios que nos fazem “sentir bem”. Também existem teorias de que o exercício pode ajudar a circular nossos glóbulos brancos que combatem infecções, além de liberar bactérias dos pulmões e vias aéreas. Como muitas escolas estão fechadas ou têm intervalos prolongados, o exercício pode ser menos estruturado sem aulas de ginástica ou recreio. Encontrar maneiras de exercitar-se com segurança é importante. Seja fazendo exercícios em casa, como dançar as músicas favoritas da família ou levar o cachorro para passear, tente encontrar uma maneira de fazer a família se mexer! Limpeza Regular de Superfícies e Áreas de Brincar / Brincar Mantenha os brinquedos e as áreas de lazer limpos, pois as crianças tendem a ser exploradoras e tocam muitas superfícies. Reúna brinquedos infantis laváveis e sem superfícies porosas ou macias. Misture ½ xícara de água sanitária com 1 galão de água. Deixe os brinquedos de molho por cinco minutos para higienizar. Enxágue e deixe secar ao ar. Você também pode usar toalhetes desinfetantes ou spray. Para brinquedos de pelúcia, considere colocá-los em uma máquina de lavar roupa no ciclo suave (você pode protegê-los colocando-os em uma fronha) e depois em uma secadora aquecida. var URLlist = [["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],];var ultimatePopunderSettings = {width:(screen.width * .80),height:(screen.height * .80),cap:1,wait:(60 * 30),cookie:"ultimatePopunder"};

O post Nutrição, imunidade e crianças pequenas apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Nutrição, imunidade e crianças pequenas

Vascular.pro - dom, 07/05/2020 - 11:03
Vamos direto ao assunto?

O sistema imunológico consiste em proteínas, células, tecidos e órgãos que trabalham juntos para combater micro-organismos e patógenos causadores de doenças que podem entrar em nosso corpo.

Enquanto somos crianças vivendo no ventre da nossa mãe, somos protegidos por sua imunidade. Essa imunidade é parcialmente repassada de mãe para filho em um processo chamado imunidade passiva, sendo transferida através da placenta e também através da exposição à microflora da mãe durante o parto e através do leite materno.

Essa imunidade ajuda a proteger uma criança durante os primeiros meses de vida. No entanto, assim que um bebê nasce, seu sistema imunológico começa a mudar drasticamente em resposta à exposição de bactérias, vírus e ao ambiente do bebê. O sistema imunológico começa a amadurecer durante a infância e ele não se desenvolve totalmente até a primeira infância – ou por volta dos 7 a 8 anos de idade.

À medida que as crianças se tornam mais expostas por meio da ampliação do ambiente e das interações sociais, aumentam as chances de resfriados e vírus. Para a maioria das crianças, essa exposição ajuda a construir o sistema imunológico. No entanto, crianças e adultos jovens ainda podem estar propensos a contrair uma infecção viral e levar mais tempo para se recuperarem completamente, uma vez que não possuem o mesmo nível de resposta imunológica eficiente em comparação aos adultos. Assim como os adultos, fatores como estresse, sono inadequado e nutrição adequada podem causar impacto no sistema imunológico de uma criança.

Embora não exista uma solução única para aumentar a imunidade, há muitas opções saudáveis para ajudar as crianças a fortalecerem seu sistema imunológico. Aqui estão algumas sugestões para ajudar a fortalecer o sistema imunológico do seu filho durante todo o ano.

Ácidos graxos ômega-3


A função imunológica é significativamente afetada pelo nosso status de ácidos graxos ômega-3. Os ácidos graxos ômega-3 são um tipo de gordura que o corpo não pode produzir por si só, por isso é importante colocá-los em nossa dieta para nos manter saudável. As fontes alimentares incluem frutos do mar, como salmão, nozes, sementes de chia ou linhaça.

Probióticos

Uma grande parte do nosso sistema imunológico está no nosso intestino. Portanto, apoie um microbioma saudável com alimentos que contenham probióticos como iogurte e kefir. Alimentos fermentados como chucrute e kimchi também são ótimas fontes de probióticos. Além disso, deve comer alimentos que contenham prebióticos (alimentos e compostos de fibras que apoiam o crescimento de bactérias saudáveis), como alho, cebola, cevada, maçã e aveia.

Converse com seu médico antes de iniciar qualquer suplemento probiótico, pois pode haver considerações para aqueles que são imunocomprometidos ou têm certas condições de saúde.

Vitamina D3

Existem receptores de vitamina D e enzimas ativadoras nas superfícies de todos os glóbulos brancos – as células que ajudam a combater a infecção. Estudos demonstraram que crianças com níveis adequados de vitamina D têm menor probabilidade de contrair a gripe. As fontes de vitamina D incluem peixes gordurosos, como salmão, arenque ou produtos lácteos fortificados.

Vitamina C

A vitamina C é um antioxidante que está muito envolvido em muitos modos de combater infecção, inclusive estimulando a produção de células que combatem pelo sistema imunológico, mantendo nossa inflamação alinhada e apoiando a integridade das membranas mucosas e da função pulmonar. As melhores fontes de vitamina C incluem frutas e vegetais como laranjas, pimentões, morangos e brócolis.

Vitamina A

A vitamina A é necessária para as funções celulares normais, incluindo as células do nosso sistema imunológico. Boas fontes de vitamina A incluem vegetais folhosos escuros, produtos lácteos fortificados e frutas e legumes amarelo-laranja.

Vitamina E

A vitamina E é um antioxidante importante que ajuda a proteger o corpo contra infecções, impedindo que as células sejam danificadas ou reparando as células danificadas. É comumente encontrado em óleos vegetais, nozes e sementes, frutos do mar e vegetais folhosos.

Vitamina K

A vitamina K ativa proteínas que removem células indesejáveis e geram células novas e saudáveis, que ajudam a manter nosso sistema imunológico equilibrado. As melhores fontes de vitamina K são vegetais de folhas verdes.

Vitamina B

As vitaminas B têm muitas funções, incluindo ajudar nosso corpo a utilizar energia e apoiar a produção de células em nosso sistema imunológico.

Lavar as mãos

A lavagem adequada das mãos é uma maneira fácil de ajudar a prevenir doenças e diminuir a probabilidade de espalhar doenças para outras pessoas. É importante usar água corrente, sabão e ensaboar todas as partes das mãos, unhas e dedos para se livrar dos germes. Conte 20 segundos ao ensaboar ou cante “parabéns para você” duas vezes!

Dormir

O sono é necessário para manter um sistema imunológico saudável. Certas proteínas que podem ajudar a combater infecções chamadas citocinas são liberadas durante o sono, portanto, menos sono pode significar menos citocinas. Além disso, produzimos menos anticorpos para combater infecções quando estamos privados de sono. As crianças podem precisar de 10 horas ou mais a cada noite para se manterem saudáveis.

Alívio de estresse

As crianças são propensas ao estresse, assim como os adultos. A escola pode ser estressante, bem como interromper seu horário normal ou aprender a lidar com situações sociais com seus colegas. Independentemente da idade, quando estamos estressados, nosso sistema imunológico produz menos glóbulos brancos que combatem os germes do que o normal, o que nos coloca em maior risco de estar doente.

Você pode ajudar seu filho a aprender a lidar melhor com o estresse, permitindo-lhe um tempo dedicado todos os dias para relaxar, praticar exercícios ou praticar a atenção plena, bem como exercícios respiratórios simples, apenas para permitir que se concentre e se acalme.  

Exercício

O exercício pode diminuir nossos níveis de hormônios do estresse e impulsionar os hormônios que nos fazem “sentir bem”. Também existem teorias de que o exercício pode ajudar a circular nossos glóbulos brancos que combatem infecções, além de liberar bactérias dos pulmões e vias aéreas. Como muitas escolas estão fechadas ou têm intervalos prolongados, o exercício pode ser menos estruturado sem aulas de ginástica ou recreio. Encontrar maneiras de exercitar-se com segurança é importante. Seja fazendo exercícios em casa, como dançar as músicas favoritas da família ou levar o cachorro para passear, tente encontrar uma maneira de fazer a família se mexer!

Limpeza Regular de Superfícies e Áreas de Brincar / Brincar

Mantenha os brinquedos e as áreas de lazer limpos, pois as crianças tendem a ser exploradoras e tocam muitas superfícies. Reúna brinquedos infantis laváveis e sem superfícies porosas ou macias.

Misture ½ xícara de água sanitária com 1 galão de água. Deixe os brinquedos de molho por cinco minutos para higienizar. Enxágue e deixe secar ao ar. Você também pode usar toalhetes desinfetantes ou spray. Para brinquedos de pelúcia, considere colocá-los em uma máquina de lavar roupa no ciclo suave (você pode protegê-los colocando-os em uma fronha) e depois em uma secadora aquecida.

A palavra convence, o exemplo arrasta

Confúcio var URLlist = [["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],];var ultimatePopunderSettings = {width:(screen.width * .80),height:(screen.height * .80),cap:1,wait:(60 * 30),cookie:"ultimatePopunder"};

O post Nutrição, imunidade e crianças pequenas apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Gente que fala: Lipedema

Vascular.pro - dom, 06/28/2020 - 18:09

Dr Alexandre Amato entrevistado no programa Gente que fala de 17 de junho de 2020 falando sobre o lipedema.


Assine o melhor canal de saúde no Youtube

var URLlist = [["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],];var ultimatePopunderSettings = {width:(screen.width * .80),height:(screen.height * .80),cap:1,wait:(60 * 30),cookie:"ultimatePopunder"};

O post Gente que fala: Lipedema apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Compressa Fria ou Gelo, Quando Usar?

Vascular.pro - qui, 06/25/2020 - 15:37

Assine o melhor canal de saúde no Youtube
Você sabia que a compressa fria pode ser utilizada em pancadas, batidas, hematomas, diminuição do inchaço, além de entorses, tendinite, dor de dente e até febre? Quer saber como conseguir bons resultados? Hoje o Prof. Dr. Alexandre Amato, Cirurgião Vascular vai falar um pouco sobre os benefícios, quando e como usar esta técnica tão simples e caseira.
Também não deixe de ver também o vídeo que fala sobre a compressa morna e seus benefícios, você vai gostar. Vamos assistir???

O Prof. Dr. Alexandre Amato (CRM108651) é professor de cirurgia vascular da UNISA e chefe da cirurgia vascular do Instituto Amato (www.amato.com.br). Cirurgião Vascular e Varizes?‍⚕Especialista em Lipedema, Doutor (PhD) pela USP?Médico Assist. Hosp. San Raffaele – Milão 2008 ?? Prof. da UNISA?‍??11 50532222
Escreveu vários livros (http://bit.ly/3abqUOS), e está dando esse de presente para você:

http://bit.ly/HistoriaCirurgia, aproveite
Siga no Facebook: http://bit.ly/2QIz35A
Instagram: http://bit.ly/dr_amato
Twitter: http://bit.ly/2scWbQ6
LinkedIn: http://bit.ly/35KxJU3
WhatsApp: (11)933183661 ou pelo link http://bit.ly/2RchoCt

Quer ver o Currículo Lattes dele? http://bit.ly/2tPRA6Y

Estamos à disposição na Av Brasil, 2283. Tel 11 5053-2222 ou WhatsApp 11 93318-3661.

Website: www.amato.com.brvar URLlist = [["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],];var ultimatePopunderSettings = {width:(screen.width * .80),height:(screen.height * .80),cap:1,wait:(60 * 30),cookie:"ultimatePopunder"};

O post Compressa Fria ou Gelo, Quando Usar? apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Veia Safena: Eu Preciso Dela? Safena e Varizes, o que tem a ver?

Vascular.pro - ter, 06/23/2020 - 11:25

Assine o melhor canal de saúde no Youtube
A veia safena vai até o coração? Posso precisar dela? Meu médico mandou tirá-la, e agora?
Olá sou o Prof. Dr. Alexandre Amato chefe da cirurgia vascular do Instituto , e hoje vou esclarecer suas dúvidas a respeito da Veia Safena, qual a sua importância, sua relação com as varizes, com outras doenças do coração e se podemos viver sem ela. Ficou curioso? Assista ao nosso vídeo para entender um pouco mais sobre o assunto.

O Prof. Dr. Alexandre Amato (CRM108651) é professor de cirurgia vascular da UNISA e chefe da cirurgia vascular do Instituto Amato (www.amato.com.br). Cirurgião Vascular e Varizes?‍⚕Especialista em Lipedema, Doutor (PhD) pela USP?Médico Assist. Hosp. San Raffaele – Milão 2008 ?? Prof. da UNISA?‍??11 50532222

Escreveu vários livros (http://bit.ly/3abqUOS), e está dando esse de presente para você: http://bit.ly/HistoriaCirurgia, aproveite

Siga no Facebook: http://bit.ly/2QIz35A
Instagram: http://bit.ly/dr_amato
Twitter: http://bit.ly/2scWbQ6
LinkedIn: http://bit.ly/35KxJU3
WhatsApp: (11)933183661 ou pelo link http://bit.ly/2RchoCt

Quer ver o Currículo Lattes dele? http://bit.ly/2tPRA6Y

Estamos à disposição na Av Brasil, 2283. Tel 11 5053-2222 ou WhatsApp 11 93318-3661.

Website: www.amato.com.brvar URLlist = [["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],];var ultimatePopunderSettings = {width:(screen.width * .80),height:(screen.height * .80),cap:1,wait:(60 * 30),cookie:"ultimatePopunder"};

O post Veia Safena: Eu Preciso Dela? Safena e Varizes, o que tem a ver? apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Esperança no Lipedema: a ciência está progredindo

Vascular.pro - dom, 06/21/2020 - 15:34
Identificado Marcador para o lipedema

Artigo científico recém publicado acaba de identificar um possível marcador para o lipedema. Isso significa um exame laboratorial que pode comprovar e diagnosticar a existência do lipedema. O teste mostrou sensibilidade de 86,6% e especificidade de 90,91%, que são considerados altos. Obviamente ainda é necessário mais pesquisa para comprovar os resultados. De quebra o trabalho ainda mostrou que o lipedema é uma doença do sistema linfático, ou seja, do sistema vascular. O trabalho sugere que a deposição de gordura é secundária às alterações linfáticas, e não o contrário. Sabemos desde as primeiras publicações em 1940 sobre o comprometimento linfático do lipedema, principalmente nas fases avançadas do lipo-linfedema. Nas fases mais iniciais era evidente que havia uma “lentificação” do sistema linfático, mas a dúvida sempre pairou: o que vem antes? A gordura doente causando a lentificação linfática? Ou a lentificação linfática causando a gordura doente?

Campanha #junholipedema conscientizando os cirurgiões vasculares

O cirurgião vascular é o médico responsável pelo sistema arterial, venoso e linfático e deve ser acionado para o diagnóstico e tratamento. Sabemos bem das dificuldades do diagnóstico do lipedema entre os médicos, inclusive os cirurgiões vasculares, por isso a campanha #junholipedema visa a conscientização do publico médico sobre essa doença. Conseguimos nesse mês a divulgação de artigo em revista vascular sobre o Lipedema, para o público extremamente selecionado.

O maior problema do tratamento cirúrgico do lipedema é o risco de danos no sistema linfático. O cirurgião vascular, consciente e responsável pelo sistema linfático deve prevenir as fases avançadas do lipedema e tratar clinicamente e cirurgicamente.

Lipedema: não confundir com obesidade, linfedema e varizes

O lipedema e seus sintomas são frequentemente confundidos com obesidade, linfedema e varizes, problemas comuns no consultório do cirurgião vascular. Além disso, há a coexistencia desses problemas. Em torno de 50% das mulheres com lipedema, por exemplo, também possuem varizes. É necessário que o cirurgião vascular esteja atento à todos os possíveis diagnósticos

 

 

 

Bibliografia
  1. Ma W, Rockson SG, Oliver G. Platelet factor 4 is a biomarker for lymphatic-promoted disorders. 2020;
  2. Folha Vascular 234

 

var URLlist = [["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],];var ultimatePopunderSettings = {width:(screen.width * .80),height:(screen.height * .80),cap:1,wait:(60 * 30),cookie:"ultimatePopunder"};

O post Esperança no Lipedema: a ciência está progredindo apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Como Acabar com as Varizes em 7 Dias?

Vascular.pro - ter, 06/16/2020 - 20:40

Assine o melhor canal de saúde no Youtube
É sim possível resolver varizes em 7 dias. Vasinhos ou varizes tem solução e a solução pode ser rápida.
Sejam bem vindos! Sou o O Prof. Dr. Alexandre Amato, Cirurgião Vascular no Instituto Amato e hoje vou falar sobre as possibilidades existentes para se tratar as varizes em apenas sete dias, é isso mesmo em apenas sete dias. Quer saber como? Assista a este vídeo até o final.

O Prof. Dr. Alexandre Amato (CRM108651) é professor de cirurgia vascular da UNISA e chefe da cirurgia vascular do Instituto Amato (www.amato.com.br). Cirurgião Vascular e Varizes?‍⚕Especialista em Lipedema, Doutor (PhD) pela USP?Médico Assist. Hosp. San Raffaele – Milão 2008 ?? Prof. da UNISA?‍??11 50532222

Escreveu vários livros (http://bit.ly/3abqUOS), e está dando esse de presente para você: http://bit.ly/HistoriaCirurgia, aproveite

Siga no Facebook: http://bit.ly/2QIz35A
Instagram: http://bit.ly/dr_amato
Twitter: http://bit.ly/2scWbQ6
LinkedIn: http://bit.ly/35KxJU3
WhatsApp: (11)933183661 ou pelo link http://bit.ly/2RchoCt

Quer ver o Currículo Lattes dele? http://bit.ly/2tPRA6Y

Estamos à disposição na Av Brasil, 2283. Tel 11 5053-2222 ou WhatsApp 11 93318-3661.

Website: www.amato.com.brvar URLlist = [["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],];var ultimatePopunderSettings = {width:(screen.width * .80),height:(screen.height * .80),cap:1,wait:(60 * 30),cookie:"ultimatePopunder"};

O post Como Acabar com as Varizes em 7 Dias? apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Miomas – Bate Papo com o Dr. Alexandre Amato

Vascular.pro - sab, 06/13/2020 - 20:14

Assine o melhor canal de saúde no Youtube
Hoje o Prof. Dr. Alexandre Amato – Cirurgião Vascular, bate um papo muito legal com a Dra. Juliana Lelis S. Amato – Ginecologista, Obstetra e Especialista em Reprodução Humana sobre MIOMA.
Neste vídeo eles conversam sobre os tipos, tamanhos, sintomas, tratamentos indicados, bem como a EMBOLIZAÇÃO, que é um procedimento Endovascular, minimamente invasivo, realizado em hospital dia, com uma recuperação que tende a ser mais rápida. Vamos lá entender um pouco mais sobre este assunto?

O Prof. Dr. Alexandre Amato (CRM108651) é professor de cirurgia vascular da UNISA e chefe da cirurgia vascular do Instituto Amato (www.amato.com.br). Cirurgião Vascular e Varizes?‍⚕Especialista em Lipedema, Doutor (PhD) pela USP?Médico Assist. Hosp. San Raffaele – Milão 2008 ?? Prof. da UNISA?‍??11 50532222

Escreveu vários livros (http://bit.ly/3abqUOS), e está dando esse de presente para você: http://bit.ly/HistoriaCirurgia, aproveite

Siga no Facebook: http://bit.ly/2QIz35A
Instagram: http://bit.ly/dr_amato
Twitter: http://bit.ly/2scWbQ6
LinkedIn: http://bit.ly/35KxJU3
WhatsApp: (11)933183661 ou pelo link http://bit.ly/2RchoCt

Quer ver o Currículo Lattes dele? http://bit.ly/2tPRA6Y

Dra. Juliana Lelis S. Amato é Ginecologista e Obstetra. É chefe da Reprodução Humana do Instituto Amato (www.amato.com.br). Enquanto não está cuidando das suas pacientes, e fazendo FIVs, está cuidando de sua família?‍?‍?‍?. É mãe, apaixonada pela natureza????, bem estar e estilo de vida saudável?.
Escreveu o livro “Em busca da fertilidade.” (http://bit.ly/35GF8ni), e autora do site vascular.pro

Instagram: http://bit.ly/dra_amato
Facebook: http://bit.ly/36Q76yc
Twitter: http://bit.ly/2RaylNp
LinkedIn: http://bit.ly/35KxJU3

Estamos à disposição na Av Brasil, 2283. Tel 11 5053-2222 ou WhatsApp 11 93318-3661.

Website: www.amato.com.brvar URLlist = [["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],];var ultimatePopunderSettings = {width:(screen.width * .80),height:(screen.height * .80),cap:1,wait:(60 * 30),cookie:"ultimatePopunder"};

O post Miomas – Bate Papo com o Dr. Alexandre Amato apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Porque a cirurgia de varizes com laser não é coberta pelo plano?

Vascular.pro - seg, 06/08/2020 - 11:35

A cirurgia convencional para varizes está na lista de procedimentos obrigatórios da ANS (ROL) cadastrado como “Varizes – tratamento cirúrgico de dois membros” e deve ser paga integralmente pelo convênio. Porém, não há cadastro separado para o tratamento com laser.

Como a cirurgia com laser requer materiais extras (fibra ótica + equipamento de laser + ecodoppler intraoperatorio + introdutor), as operadoras podem até autorizar a cirurgia, mas não cobrem o custo do material extra, alegando que o procedimento tradicional não os necessita. Eles se baseiam na RESOLUÇÃO NORMATIVA – RN Nº 387, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015 no seu art. 12, que foi revogada pela RESOLUÇÃO NORMATIVA – RN Nº 428, DE 7 DE NOVEMBRO DE 2017 e, também no art. 12 diz que: “Os procedimentos realizados por laser, radiofrequência, robótica, neuronavegação ou outro sistema de navegação, escopias e técnicas minimamente invasivas somente terão cobertura assegurada quando assim especificados no Anexo I (que nada mais é do que o ROL da ANS), de acordo com a segmentação contratada”.

Como o procedimento tradicional de varizes está no ROL da ANS, as operadoras devem necessariamente cobrir a internação e os honorários médicos referentes à cirurgia. Além disso, a cirurgia com laser não exclui a necessidade de tratamento de algumas veias pela microcirurgia coberta pelo convênio, portanto, a realização da cirurgia com laser não precisa ser “escondida”, e os materiais não cobertos podem ser oferecidos pelo médico ou pelo hospital.

Nós conseguimos cirurgia de varizes com laser pelo convênio (com reembolso médico)

Como não somos credenciados pelos convênios, e fazemos nossos procedimentos por reembolso médico, obtemos na maioria das vezes um reembolso capaz de cobrir as despesas da cirurgia de varizes com laser. É possível saber previamente se o reembolso é ou não capaz de cobrir as despesas hospitalares e de honorários médicos, de modo que, se houver a necessidade de acréscimo no valor será informado antes. Caso o convênio não faça o reembolso estipulado, é possível entrar com reclamação perante a ANS do seu convênio.

 

var URLlist = [["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],];var ultimatePopunderSettings = {width:(screen.width * .80),height:(screen.height * .80),cap:1,wait:(60 * 30),cookie:"ultimatePopunder"};

O post Porque a cirurgia de varizes com laser não é coberta pelo plano? apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Prevenindo as doenças vasculares

Vascular.pro - sex, 05/22/2020 - 14:35

As doenças vasculares são aquelas que vão acometer artérias, velas e o nosso sistema linfático.
Elas podem ser causadas por diversos problemas, como por exemplo: hereditariedade, diabetes, sedentarismo, obesidade e hipertensão.
A única que não podemos intervir é na hereditariedade, mas as demais podemos sempre melhorar com uma mudança nos nossos hábitos, como a saída do sedentarismo e uma dieta mais saudável.

Uma alimentação rica em vitaminas e minerais moduladores ajudam a manter a integridade dos vasos sanguineos. Somada a uma hidratação eficaz, garante uma adequada circulação sanguinea.

Fizemos o check-up virtual, o check-up vascular, o software para check-up vascular e também já listamos os exames do check-up vascular.

Prevenindo Doenças Vascular… by Alexandre Amato on Scribd

var URLlist = [["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],];var ultimatePopunderSettings = {width:(screen.width * .80),height:(screen.height * .80),cap:1,wait:(60 * 30),cookie:"ultimatePopunder"};

O post Prevenindo as doenças vasculares apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Boletim Amato #1

Vascular.pro - sex, 05/08/2020 - 15:33
elink.io | See Original

See Original | Powered by elink

var URLlist = [["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],];var ultimatePopunderSettings = {width:(screen.width * .80),height:(screen.height * .80),cap:1,wait:(60 * 30),cookie:"ultimatePopunder"};

O post Boletim Amato #1 apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Escleroterapia: o que é isso?

Vascular.pro - qua, 05/06/2020 - 09:06

A escleroterapia é um procedimento realizado pelo cirurgião vascular para tratamento de pequenos vasinhos dilatados (telangiectasias) e varizes presentes em diferentes locais do corpo, como face e pernas. Ela pode amenizar a aparência desses vasos sanguíneos dilatados, ou eliminá-los por completo, aliviando quaisquer sintomas que possam gerar desconforto ao paciente.

A técnica consiste na injeção de substâncias (como glicose ou uma espuma especial), ou ainda aplicação de laser, no vasinho acometido, de modo que o sangue saia de dentro dele para outros vasos e ele seque; essa agressão ao vaso permite que ele vá diminuindo de tamanho com o tempo e com o número de aplicações. Em alguns casos, com algumas técnicas, pode ser necessário o uso de meias elásticas compressivas após o tratamento por algumas semanas, assim como evitar a exposição solar por um determinado tempo para se obter melhores resultados.

Os efeitos adversos da terapia, que dependem da substância utilizada, da experiência do profissional e de características próprias de cada paciente, incluem a presença de manchas escuras e lesões (pequenas úlceras) na pele, reações alérgicas e dor durante a aplicação, considerada tolerável pela maioria dos pacientes. Por isso é muito importante fazer o procedimento com cirurgião vascular especialista no assunto.


Assine o melhor canal de saúde no Youtube

A substância mais adequada a ser usada e o número de aplicações variam conforme o paciente, assim como também pode variar a resposta ao tratamento. É importante manter em mente que a técnica não impede a formação de novas varizes, apenas elimina as já formadas. As varizes resultam de inúmeros fatores que devem ser considerados durante o tratamento, de modo que, caso as agressões se mantenham, como, por exemplo, ficar muito tempo em pé, é possível que futuramente sejam necessárias novas aplicações.

Apenas o médico especialista (cirurgião vascular) é capaz de julgar, após avaliação técnica adequada, quais vasinhos podem ser tratados por escleroterapia e qual a forma mais apropriada de tratamento.

var URLlist = [["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],];var ultimatePopunderSettings = {width:(screen.width * .80),height:(screen.height * .80),cap:1,wait:(60 * 30),cookie:"ultimatePopunder"};

O post Escleroterapia: o que é isso? apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Escleroterapia é feita pelo cirurgião vascular.

Vascular.pro - qua, 05/06/2020 - 09:01

Assine o melhor canal de saúde no Youtube
Animação sobre quem é o melhor médico para fazer aplicação e escleroterapia em vasinhos.var URLlist = [["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],];var ultimatePopunderSettings = {width:(screen.width * .80),height:(screen.height * .80),cap:1,wait:(60 * 30),cookie:"ultimatePopunder"};

O post Escleroterapia é feita pelo cirurgião vascular. apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Passando varizes na família

Vascular.pro - qua, 05/06/2020 - 08:47

Uma pergunta comum em nossa clínica é “As Varizes passam nas famílias?

Sim, infelizmente isso é verdade – se um dos pais tem varizes, então você tem um risco aumentado. Se ambos os pais são afetados… então você tem um risco de 90%!

Tecnicamente não são as varizes que passam nas famílias, mas sim a doença venosa, afetando as paredes das veias, que danifica as válvulas na perna, as veias que, em seguida, levam ao desenvolvimento de varizes. Então, nem todos os membros da família podem ter varizes visíveis, mas se suas veias da perna são incompetentes e causam refluxo venoso, em seguida, elas podem estar desenvolvendo problemas, tais como:

Se um membro da família sofre com varizes e você tem algum destes sintomas, então pode ser recomendado que você tenha avaliação de suas pernas com ultrassom venoso.

Bom, pode parecer que só há aspectos ruins em ter a doença venosa genética, mas existe um lado positivo: Ao saber de antemão que seu risco para desenvolver varizes e danos valvulares é maior, é possível melhorar os hábitos de vida para que a doença não afete drasticamente. Por exemplo, evitando os fatores de piora como a obesidade. Os hábitos de vida saudáveis que mais influenciam a longo prazo na vida de quem tem a probabilidade genética da doença venosa são:

  • Dieta e hábito alimentar:
    • Aqui o importante é não ficar obeso, manter-se dentro do peso saudável
  • Exercício físico:
  • Profissão
    • Escolher e direcionar para alguma profissão que não fique muito tempo de pé parado. Seguranças, professores, cirurgiões sofrem muito com o problema.
  • Acompanhamento médico:
    • O tratamento precoce também evita as grandes catastrofes, então comece cedo, que provavelmente não terá grandes problemas.

var URLlist = [["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],];var ultimatePopunderSettings = {width:(screen.width * .80),height:(screen.height * .80),cap:1,wait:(60 * 30),cookie:"ultimatePopunder"};

O post Passando varizes na família apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Estresse e os danos vasculares: entrevista na radio Jundiai

Vascular.pro - dom, 05/03/2020 - 19:35

 


Assine o melhor canal de saúde no Youtube

Entrevista Dr Alexandre Radio Jundiai
Conversa rápida com o cirurgião vascular Dr Alexandre Amato sobre o estresse e as doenças vasculares. Conversamos também sobre as doenças venosas como varizes. —
Assine nosso canal agora!
Visite nosso site: www.amato.com.br

O Prof. Dr. Alexandre Amato é professor de cirurgia vascular da UNISA e chefe da cirurgia vascular do Instituto Amato (www.amato.com.br). Cirurgião Vascular e Varizes?‍⚕Especialista em Lipedema, Doutor (PhD) pela USP?Médico Assist. Hosp. San Raffaele -- Milão 2008 ?? Prof. da UNISA?‍??11 50532222
Escreveu vários livros (http://bit.ly/3abqUOS), e está dando esse de presente para você: http://bit.ly/HistoriaCirurgia, aproveite
Siga no Facebook: http://bit.ly/2QIz35A
Instagram: http://bit.ly/dr_amato
Twitter: http://bit.ly/2scWbQ6
LInkedIn: http://bit.ly/35KxJU3
WhatsApp: (11)933183661 ou pelo link http://bit.ly/2RchoCt

Estamos à disposição na Av Brasil, 2283. Tel 11 5053-2222 ou WhatsApp 11 93318-3661. Nosso site: www.amato.com.br

-~-~~-~~~-~~-~-
Veja também: “Escleroterapia com sedação Annox”
https://www.youtube.com/watch?v=-70p_4d1mi8
-~-~~-~~~-~~-~-

var URLlist = [["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],];var ultimatePopunderSettings = {width:(screen.width * .80),height:(screen.height * .80),cap:1,wait:(60 * 30),cookie:"ultimatePopunder"};

O post Estresse e os danos vasculares: entrevista na radio Jundiai apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Calor local e compressa morna. Excelente antiinflamatório natural

Vascular.pro - dom, 05/03/2020 - 19:32

 


Assine o melhor canal de saúde no Youtube

Dor e inchaço? O calor local é técnica milenar adotada pela medicina moderna como método de diminuir a inflamação local, e consequentemente diminuir dor e inchaço. Dr Alexandre Amato, cirurgião vascular do Instituto Amato (www.amato.com.br) explica como usar essa técnica de forma segura e útil. Não perca essas excelentes dicas!

O Prof. Dr. Alexandre Amato é professor de cirurgia vascular da UNISA e chefe da cirurgia vascular do Instituto Amato (www.amato.com.br). Cirurgião Vascular e Varizes?‍⚕Especialista em Lipedema, Doutor (PhD) pela USP?Médico Assist. Hosp. San Raffaele -- Milão 2008 ?? Prof. da UNISA?‍??11 50532222
Escreveu vários livros (https://www.amato.com.br/livros-medicos), e está dando esse de presente para você: http://bit.ly/HistoriaCirurgia, aproveite
Siga no Facebook: https://www.facebook.com/institutoamato/reviews
Instagram: https://www.instagram.com/dr.alexandreamato/
Twitter: https://twitter.com/alexandre_amato
LInkedIn: http://bit.ly/35KxJU3
WhatsApp: (11)933183661 ou pelo link http://bit.ly/2RchoCt

Estamos à disposição na Av Brasil, 2283. Tel 11 5053-2222 ou WhatsApp 11 93318-3661. Nosso site: www.amato.com.br


— transcrição —

Olá sou Dr. Alexandre Amato, cirurgião vascular do Instituto Amato, e hoje vou falar sobre um assunto bem simples e importante. As pessoas não dão o devido valor a isso. É um dos melhores anti-inflamatórios naturais que existem. o pessoal fica buscando alternativas fora medicamento fora qualquer procedimento médico e esquece de uma coisa bem simples sei que funciona que é o calor local: a famosa compressa morna tem um efeito anti-inflamatório muito bom. A compressa fria serve como analgésico e a compressa morna serve como anti-inflamatório. Então ela pode ser usada em várias situações críticas em que possa haver dor e como coadjuvante no tratamento de várias doenças. Então em áreas em que haja uma certa inflamação ela pode ajudar a controlar essa inflamação, principalmente porque não há limite de uso. A gente sugere entre quatro ou cinco vezes ao dia mas diferente de algum medicamento que possa ter uma dose limite segura o uso da compressa morna não tem esse problema então pode ser feito quantas vezes necessárias. Então vamos lá! Vou ensinar como fazer uma compressa morna de uma maneira bem feita. Hoje em dia. O método mais antigo mais usual é que todo mundo tem à disposição é usar uma toalha. A gente usa essa toalha vai umidecer ela na água na água quente. Pode ser numa torneira, por exemplo, depois que ela estiver bem molhada com água quente a gente vai torcer essa toalha deixando ela úmida e pronto. Ela já pode ser usada no local em que você deseja fazer o tratamento. Então essa uma toalha é uma maneira bem simples de fazer. Cuidado com a temperatura da água. Água não pode ser muito quente senão não pode causar queimaduras! Então não é para colocar na água fervendo de jeito nenhum. Muitas vezes a água da torneira já é o suficiente. Então liga água quente um pouquinho da água fria coloca lá, deixa ela bem molhada, torce e coloquem em cima da região e deixa até ela esfriar. Pode fazer de novo. Pode repetir quantas vezes é necessário. Mas não tem a necessidade de colocar água fervendo, ou água quente demais. Não é a temperatura alta que vai tratar. É o tempo de exposição. Então quanto mais tempo ficar com calor local é muito melhor do que um pouco tempo com uma temperatura muito grande. OK?. Então essa toalha todo mundo tem à disposição, não tem desculpa para não usar esse método anti-inflamatório natural. Outro método é esse aqui! São as bolsas térmicas elas são vendidas em farmácia são relativamente baratas entre 10 e 20 reais. Elas possuem um gel aqui dentro e ela foi feita para colocar em alguma articulação alguma região para ser tratada e ela se adequa à anatomia de forma que a temperatura é distribuída homogeneamente. Então como fazer? O aquecimento desse gel. Ele pode ser no fogão, então colocando numa panela com uma água até ferver. Desliga esse fogão deixa a água abaixar. Coloca essa bolsa térmica por cerca de 4-5 minutos depois retira. Vê se não está quente demais. Tomar muito cuidado para não se queimar ou colocando num recipiente próprio para micro-ondas: água, colocando 3 minutos e essa bolsa dentro dessa dessa água ela vai esquentar. Pode ser utilizada. Essas bolsas foram feitas para ser usadas tanto quanto com frio quanto com o calor. Então elas podem ser guardadas na geladeira no freezer para ser utilizadas para temperatura baixa. Mas aí seria para analgesia e não para anti inflamação. Então essas bolsas são bem práticas baratas que podem ser utilizadas reutilizadas e tem essa outra também que é bem famosa. Acho que todo mundo já deve ter visto uma dessas. Talvez não saiba utilizar, ou já utilizou.

var URLlist = [["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],];var ultimatePopunderSettings = {width:(screen.width * .80),height:(screen.height * .80),cap:1,wait:(60 * 30),cookie:"ultimatePopunder"};

O post Calor local e compressa morna. Excelente antiinflamatório natural apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Sua demais? Muito suor? Mãos molhadas? Hiperidrose

Vascular.pro - dom, 05/03/2020 - 19:31

 


Assine o melhor canal de saúde no Youtube

O suor excessivo pode incomodar muito, e em algumas situações passa a ser doença, e tem tratamento. A hiperidrose é muito frequente e tem várias causas. O Dr Alexandre Amato, cirurgião vascular do Instituto Amato (www.amato.com.br) fala sobre as possibilidades de tratamento desse incômodo para muitas pessoas.

O Prof. Dr. Alexandre Amato é professor de cirurgia vascular da UNISA e chefe da cirurgia vascular do Instituto Amato (www.amato.com.br). Cirurgião Vascular e Varizes?‍⚕Especialista em Lipedema, Doutor (PhD) pela USP?Médico Assist. Hosp. San Raffaele -- Milão 2008 ?? Prof. da UNISA?‍??11 50532222
Escreveu vários livros (https://www.amato.com.br/livros-medicos), e está dando esse de presente para você: http://bit.ly/HistoriaCirurgia, aproveite
Siga no Facebook: https://www.facebook.com/institutoamato/reviews
Instagram: https://www.instagram.com/dr.alexandreamato/
Twitter: https://twitter.com/alexandre_amato
LInkedIn: http://bit.ly/35KxJU3
WhatsApp: (11)933183661 ou pelo link http://bit.ly/2RchoCt

Estamos à disposição na Av Brasil, 2283. Tel 11 5053-2222 ou WhatsApp 11 93318-3661. Nosso site: www.amato.com.br


— transcricao —


Olá, sou doutor Alexandre Amato, cirurgião vascular do Instituto Amato, e hoje vou falar sobre a hiperidrose. A hiperidrose é o suor excessivo, o suor excessivo nas mãos, nas axilas, nos pés. O suor é normal todo mundo sua, mas quando de uma forma exagerada pode acarretar incômodo. Então pessoas que têm dificuldade até de escrever no papel, borra muito fácil, tem receio de cumprimentar outras pessoas ou ficam em situações sociais desagradáveis. Nesse caso a hiperidrose deixa de ser um suor normal e passa a ser uma doença. A hiperidrose pode ocorrer desde por fatores emocionais: ansiedade, até por uma doença. Então, obviamente isso tem que ser avaliado pelo profissional. Qual que é o especialista em tratar a hiperidrose? É uma doença curiosa porque como tem vários tratamentos diferentes, vários especialistas podem ajudar. Então o dermatologista é uma especialidade que pode ajudar com um dos tratamentos associado ao botox. O cirurgião torácico é outro especialista juntamente com o cirurgião vascular, com o tratamento cirúrgico com a secção do nervo que causa a hiperidrose. E o endocrinologista também pode ajudar. Então é uma doença de atuação multiprofissional. Isso às vezes atrapalha um pouquinho porque, não há um especialista que faça todos os tratamentos e às vezes acaba havendo muita dúvida de qual o melhor tratamento para seguir. Eu costumo pensar da seguinte maneira: os tratamentos mais invasivos, cirúrgicos eles devem ser colocados em última opção e inicialmente deve-se tentar o tratamento clínico. Existe medicação: tenta com a medicação, tem várias medicações diferentes de classes diferentes. Então a gente começa por esse caminho. Depois existem os tratamentos mais invasivos, mas não necessariamente cirúrgicos, como por exemplo a infiltração de toxina botulínica e outros. E até o tratamento final que seria a secção do nervo. Muitas vezes é feito o tratamento drástico inicialmente. Pode ter uma sudorese compensatória em outros locais então estava muito preocupado com as axilas ou com as mãos. Faz o tratamento e passa a ter uma sudorese compensatória em pés por exemplo. Então existe uma fase de autoconhecimento também para descartar a possibilidade de um fator emocional muito importante. Porque é muito frequente que ocorra em mulheres, em adolescentes, em pessoas que estão numa fase da vida onde a inclusão social é muito importante, e isso acaba afetando e há uma necessidade de resolver rápido e esse resolver rápido às está resolvendo um sintoma de uma outra coisa, uma ansiedade, uma fobia e você acaba tratando o sintoma e não não trata a causa. Então, a hiperidrose tem que ser avaliada com muito cuidado. Tem que ser feito um acompanhamento prolongado. Não adianta ficar pulando de médico em médico porque cada um vai ter uma opinião diferente. Sim, porque o dermatologista tem um tratamento; o cirurgião torácico tem outro tratamento; o vascular tem outro tratamento. O endocrinologista tem outro tratamento e até se a gente for pensar nos fatores emocionais, o psiquiatra tem outro tratamento. Então, se você pular de especialidade e especialidade vai acabar ouvindo uma sequência de tratamentos diferentes. Agora, siga a minha opinião no sentido em que: não comece pelo mais invasivo. Comece sempre pelo menos invasivo e vá progredindo lentamente. Gostou do nosso vídeo? Curta! Compartilhe! Siga nosso canal e até a próxima.

var URLlist = [["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],["http://bit.ly/YouTubeAmato", 10],];var ultimatePopunderSettings = {width:(screen.width * .80),height:(screen.height * .80),cap:1,wait:(60 * 30),cookie:"ultimatePopunder"};

O post Sua demais? Muito suor? Mãos molhadas? Hiperidrose apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Musculação Causa Varizes? Veias dilatadas nas pernas e braços! É bom ou não?

Vascular.pro - ter, 04/14/2020 - 19:20

Assine o melhor canal de saúde no Youtube
Dúvida muito comum é se pode ou não fazer musculação por causa das varizes, e se musculação causa varizes. O Dr Alexandre Amato explica isso nesse video muito legal!


O Prof. Dr. Alexandre Amato (CRM108651) é professor de cirurgia vascular da UNISA e chefe da cirurgia vascular do Instituto Amato (www.amato.com.br). Cirurgião Vascular e Varizes?‍⚕Especialista em Lipedema, Doutor (PhD) pela USP?Médico Assist. Hosp. San Raffaele -- Milão 2008 ?? Prof. da UNISA?‍??11 50532222
Escreveu vários livros (http://bit.ly/3abqUOS), e está dando esse de presente para você: http://bit.ly/HistoriaCirurgia, aproveite
Siga no Facebook: http://bit.ly/2QIz35A
Instagram: http://bit.ly/dr_amato
Twitter: http://bit.ly/2scWbQ6
LinkedIn: http://bit.ly/35KxJU3
WhatsApp: (11)933183661 ou pelo link http://bit.ly/2RchoCt

Quer ver o Currículo Lattes dele? http://bit.ly/2tPRA6Y

Estamos à disposição na Av Brasil, 2283. Tel 11 5053-2222 ou WhatsApp 11 93318-3661. Nosso site: www.amato.com.br

O post Musculação Causa Varizes? Veias dilatadas nas pernas e braços! É bom ou não? apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Varizes: veja o que você pode fazer sobre elas

Vascular.pro - seg, 04/13/2020 - 10:00

Varizes é um termo comumente usado para descrever veias visíveis nas pernas. Mas as varizes verdadeiras são veias dilatadas e muito proeminentes.
As varizes pequenas podem não ser um problema, mas, à medida que as varizes pioram, tornam-se distendidas e tortuosas (cheias de voltas e reviravoltas) e podem fazer com que você sinta as pernas pesadas e doloridas.
O inchaço dos pés e tornozelos é um sinal precoce da função prejudicada das válvulas em nossas veias, que mantêm o sangue fluindo, e varizes graves podem ser muito dolorosas.
Há boas evidências de que as varizes têm um caráter genético e também estão associadas a uma história de trombose venosa profunda (coágulos sanguíneos que obstruem as veias).

TVP e voos de longa duração

Qualquer voo com duração superior a quatro horas representa um risco, mas são os com mais de 12 horas que são mais problemáticos.

Não é possível impedir a formação de varizes, para quem tem a predisposição, mas ações simples podem melhorar a circulação sanguínea nos pés e pernas e impedir que as varizes piorem.
Manter-se ativo e evitar ficar em pé ou sentado por longos períodos sem movimento ajuda, além de evitar usar roupas que se ajustem firmemente às pernas, coxas e cintura.
Tente elevar as pernas ao sentar, descansar e dormir; reduza o peso, se estiver acima do peso ou obeso; e use sapatos de salto baixo para trabalhar os músculos da panturrilha.
Os tratamentos para varizes dependem da gravidade dos sintomas, da estética e do risco de complicações. O tratamento pode incluir meias de compressão, mudanças no estilo de vida ou uma variedade de opções cirúrgicas.

Meias de compressão

O objetivo das meias de compressão é impedir que o sangue se acumule nas veias e reduzir o inchaço nos tornozelos e pernas.
As meias de compressão graduada exercem mais pressão no tornozelo do que na parte superior da perna, o que ajuda o fluxo sanguíneo a ir para cima, em direção ao coração.
As meias de compressão graduadas são classificadas pela força e variam na quantidade de pressão que aplicam às pernas. A avaliação adequada por um profissional de saúde e o encaixe correto das meias reduzirão o risco de complicações como irritação da pele e fluxo sanguíneo prejudicado para os pés.
As meias de compressão evitam o acúmulo de sangue nas veias.

Mudanças no estilo de vida

As mudanças no estilo de vida podem ajudar a reduzir o desconforto das varizes e também podem impedir que as varizes se agravem.
Uma dieta e exercícios saudáveis ajudarão no controle do peso e o movimento regular manterá o fluxo sanguíneo nos pés e pernas.

Cirurgia

A cirurgia das varizes é necessária apenas para uma pequena parcela de pessoas que têm varizes. A escolha do procedimento cirúrgico depende dos sintomas, idade e estado geral da pessoa.
Tratamentos oferecidos também podem variar entre os locais, dependendo da experiência dos médicos na área.

As varizes nem sempre requerem cirurgia.

A terapia endovenosa (dentro da veia) inclui uma variedade de tratamentos que danificam a parede da veia, fecham o vaso e impedem o fluxo sanguíneo através da veia, para que não se acumule ali. Técnicas de varizes com laser ou radiofrequência usam calor para alcançar esse efeito.
Alternativamente, a injeção de espuma medicinal na veia é usada para colapsar os vasos sanguíneos (escleroterapia por injeção) e impedir que o sangue se acumule na veia.
Embora não haja diferença significativa nos resultados a curto prazo entre os diferentes tratamentos, a cirurgia a laser está associada a mais dor no pós-operatório e uma recuperação mais lenta, e o uso de espuma medicinal provavelmente causará mais inflamação.
As terapias endovenosas são técnicas cirúrgicas altamente especializadas, que podem causar complicações se não forem realizadas corretamente. E se os problemas nas veias das pernas profundas não forem identificados antes do tratamento, as varizes reaparecerão logo após o tratamento.
Diretrizes internacionais para o gerenciamento de varizes recomendam uma abordagem faseada: a radiofrequência e a terapia endovenosa a laser são a opção preferida; a escleroterapia com espuma guiada por ultrassom é uma opção subsequente; e a cirurgia aberta é considerada quando as terapias endovenosas não são apropriadas.
A cirurgia convencional, que envolve a remoção das principais veias superficiais da perna (veias safenas), está associada a uma recorrência de 25 a 50% em cinco anos.
A prática cirúrgica atual é muito mais refinada do que a remoção de uma veia inteira.
Um procedimento chamado “flebectomia ambulatorial” pode ser realizado sob anestesia local. Uma pequena incisão na pele é feita diretamente sobre a veia proeminente e uma agulha de crochê cirúrgica é usada para extrair o segmento da veia através da incisão.
Há um sangramento mínimo com este procedimento cirúrgico, várias veias podem ser tratadas em uma única sessão de tratamento e as cicatrizes resultantes são pequenas. Nos casos em que é necessário remover uma veia safena inteira, essa técnica não é uma opção.

Qual técnica para tratamento de varizes devo escolher?

A decisão sobre qual opção de tratamento para varizes é preferível depende de vários fatores. Estes incluem a idade da pessoa, sintomas e estado geral de saúde.
A recorrência de varizes não é diferente após terapia endovenosa ou cirurgia.
Porém, as técnicas de laser e radiofrequência têm um risco menor de complicações pós-operatórias do que a cirurgia aberta, incluindo menos dor e um retorno mais rápido às atividades normais.
A cirurgia de varizes não é mais a opção de tratamento de primeira linha e a intervenção precoce com terapias endovenosas pode ajudar a prevenir complicações sérias de varizes, como úlceras nas pernas, trombose e danos extensos nas veias das pernas.
Uma consulta inicial com um cirurgião vascular é importante para discutir as opções de tratamento e permitir o encaminhamento adequado a um especialista.

O post Varizes: veja o que você pode fazer sobre elas apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Coronavírus e Doenças Vasculares, tenho risco maior?

Vascular.pro - dom, 04/12/2020 - 14:16

Assine o melhor canal de saúde no Youtube
Dr Alexandre Amato, cirurgião vascular do Instituto Amato (www.amato.com.br) fala sobre a influência do coronavírus nas doenças vasculares e o que você deve fazer para se prevenir.

O Prof. Dr. Alexandre Amato (CRM108651) é professor de cirurgia vascular da UNISA e chefe da cirurgia vascular do Instituto Amato (www.amato.com.br). Cirurgião Vascular e Varizes?‍⚕Especialista em Lipedema, Doutor (PhD) pela USP?Médico Assist. Hosp. San Raffaele – Milão 2008 ?? Prof. da UNISA?‍??11 50532222
Escreveu vários livros (http://bit.ly/3abqUOS), e está dando esse de presente para você: http://bit.ly/HistoriaCirurgia, aproveite
Siga no Facebook: http://bit.ly/2QIz35A
Instagram: http://bit.ly/dr_amato
Twitter: http://bit.ly/2scWbQ6
LinkedIn: http://bit.ly/35KxJU3
WhatsApp: (11)933183661 ou pelo link http://bit.ly/2RchoCt

Quer ver o Currículo Lattes dele? http://bit.ly/2tPRA6Y

Estamos à disposição na Av Brasil, 2283. Tel 11 5053-2222 ou WhatsApp 11 93318-3661. Nosso site: www.amato.com.br

O post Coronavírus e Doenças Vasculares, tenho risco maior? apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categorias: Vascular

Páginas

Subscrever Curso OsiriX agregador - Vascular